Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

7 dicas para não exagerar na Páscoa

7 dicas para não exagerar na Páscoa

A Páscoa está chegando e justo agora que você conseguiu controlar a sua alimentação depois do período de festas. E vem aquela insegurança, pois as guloseimas dessa época são bem calóricas e quase irresistíveis. E é por isso que separamos algumas dicas para você não exagerar na Páscoa e passar por esse feriado de consciência tranquila.

Antes de começar com as dicas vamos deixar claro que você pode comer o que você quiser, o que você precisa avaliar é quantidade ingerida, pois o problema é o exagero. É possível ter uma páscoa saudável, sim. Confira as 7 dicas abaixo:

1. Seja seletivo

O comércio oferece inúmeras opções, mas é necessário avaliar a composição, quanto mais claro for o chocolate, menor será a quantidade de cacau, já os mais escuros contém maior porcentagem de cacau com maior teor de nutrientes e menor teor de gordura e açúcar.

2. Cuide com as quantidades

 A quantidade recomendada por dia é de aproximadamente 30g (três quadradinhos) e lembrando que tudo em excesso é prejudicial. Pense que dentro dos pedacinhos está embutido açúcar e gordura. Fracione em pequenas porções e congele se for o caso, você pode usar em receitas futuras e compartilhar com a sua família e amigos.

3. Versões diet e light

Não se iluda achando que o diet tá liberado porque não contém açúcar, saiba que tem mais gordura e se você não é diabético fuja dessa opção.

A versão light tem redução em gordura ou açúcar, mas não quer dizer que pode comer à vontade. Importante lembrar que quando se retira um ingrediente, geralmente será substituído por outro.

4. Avalie as opções

Chocolate amargo é a opção mais recomendada, pois é rico em antioxidantes que ajudam diminuir os radicais livres que estão associados no processo de envelhecimento. Também possui flavonoides que podem auxiliar na redução do processo inflamatório.

Chocolate ao leite contém grande quantidade de açúcar e gorduras saturadas, que aumentam os níveis do colesterol ruim, o LDL, podendo causar entupimento das artérias e acarretar em doenças cardiovasculares.

Chocolate branco nem deveria ser chamado de chocolate, pois não possui cacau em sua formulação, além de ser muito mais calórico. Por ser feita da manteiga do cacau contém mais gordura que os outros chocolates.

Chocolate de alfarroba um tipo de vagem, fruto de uma árvore nativa da costa do mediterrâneo, é naturalmente doce, dispensa adição de açúcar no preparo dos alimentos que contém o fruto e com gosto similar ao do cacau além de ter somente 0,7% de gordura, ser rica em fibras e não conter cafeína.

Chocolate de soja feito com extrato de soja, sem lactose ou glúten e 100% vegetal. Disponível em bombons, barras e ovos de Páscoa, esta guloseima é especialmente indicada para pessoas com intolerância à lactose e celíacos.  Seu valor calórico é inferior ao do chocolate tradicional e ao dietético.

beneficios-do-chocolate

5. Melhor horário

Chocolate não é opção para os intervalos, prefira comer logo após uma refeição rica em fibras e proteínas. E se comer de estômago vazio é pior ainda, pois vai estimular o apetite e aumentar o nível de açúcar no sangue.

6. Refeições equilibradas

Se sair da rotina regrada e equilibrada procure se recompor e dar atenção especial à tudo aquilo que lhe proporciona saúde e qualidade de vida. Portanto foque e planeje melhor sua alimentação para não ter problemas futuros.

Busque manter ou aumentar a atividade física, monitore as refeições, hidrate-se e busque descanso adequado para recuperar as energias e ajudar seu organismo funcionar com eficiência.

E com essas dicas para uma páscoa saudável a Natuclin deseja um feriado repleto de alegria para você e sua família. Lembre-se que a sua saúde depende de você.

Gostou das dicas? Fique ligado no blog que ainda essa semana teremos outro Post com um assunto bem bacana.

 

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares