Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

7 Opções de lanches que não são tão saudáveis quanto parecem

7 Opções de lanches que não são tão saudáveis quanto parecem

Se você busca incluir opções saudáveis em seu dia a dia e para isso recorre àqueles lanchinhos no meio da manhã ou tarde, ou pega dicas na internet e conhecidos para uma alimentação saudável, às vezes algumas opções não são tão saudáveis quanto parecem.

Um detalhe muito importante e que deve ser um hábito, é ficar de olho nas informações nutricionais, para não correr o risco de exceder as quantidades de alguns ingredientes que são mais calóricos ou com excesso de açúcar ou sal; por exemplo. Observe sempre a porção, pois geralmente não correspondem a todo o conteúdo da embalagem. O tipo de gordura é outro detalhe para ficar atento, pois se for TRANS, por exemplo, que é obtida industrialmente e utilizada para dar mais crocância, mas que não deve ultrapassar 0,2 g na porção.

Confira aí se você está sabotando sua alimentação:

  1. Cereais matinais

Se você costuma comer cereal matinal achando que está incluindo a melhor opção em seu lanchinho, saiba que pode estar se enganando.

É um alimento que inclusive virou alvo de pesquisadores americanos que investigaram a quantidade de açúcar em mais de 50 opções de cereais matinais. O estudo concluiu que a grande maioria contém mais açúcar do que deveria. O processamento industrial remove uma quantidade significativa de nutrientes e acaba adicionando açúcar em excesso; o que é muito atrativo ao paladar, especialmente das crianças, além de gerar dependência e prejudicar o funcionamento adequado do metabolismo. Vale ressaltar que o excesso de determinados ingredientes, consumidos diariamente pode levar ao desenvolvimento de algumas doenças como diabetes e obesidade.

Mas isso não significa que é para excluir os cereais matinais por completo, busque por versões integrais que contém menos açúcar ou simplesmente compre os ingredientes e monte um mix caseiro, que além de mais nutritivo, também é mais econômico.

Uma sugestão para enganar a fome é combinar leite ou iogurte desnatado com 1 colher de sopa rasa de: quinoa em flocos ou aveia fina, uva-passa, 1 castanha e 2 morango ou uma pequena porção outra fruta de sua preferência.

  1. Pipoca

Se você é daqueles que gosta de uma pipoca no meio da tarde, não se desespere porque o problema é a versão de micro-ondas que possui gordura e sódio em excesso. Mas se fizer a tradicional com pouco óleo, sal, e cuidar da quantidade, está tudo certo. Outra opção é fazer com uma pequena quantidade de óleo de coco e ainda deixar mais saborosa com um mix de ervas, ou com canela e cacau para quem aprecia as versões doces.

  1. Barrinhas de cereal

Pode até ser uma opção prática para muitas pessoas, porém é uma lanchinho que engana bem principalmente pela embalagem que geralmente remete a algo saudável e ainda segundo algumas marcas pode até substituir algumas refeições. Considerando que é uma fonte de fibras e demais nutrientes, até poder entrar na lista de compras, porém é fundamental observar a composição nutricional, e algumas opções são mais direcionadas à atletas.

  1. Suco de fruta

Ficou espantado né? Mas é só para lembrar que vai depender muito da escolha, pois para fazer um copo de suco de laranja natural, por exemplo, utiliza-se em média 3 laranjas; que contém aproximadamente o dobro de calorias e acaba perdendo grande parte da fibra;  gerando um pico de insulina, entre outros aspectos. As opções industrializadas são pouco benéficas para a saúde por conter muitos aditivos sem qualquer nutriente, é melhor evitar.

Voltando ao exemplo da laranja: as fibras presentes no bagaço ajudam a absorver mais lentamente e de forma natural a frutose, o que dá sensação de saciedade por mais tempo.

  1. Bebidas esportivas

 As bebidas isotônicas que a princípio tem por objetivo inicial repor os eletrólitos, principalmente quando ocorre um desgaste significativo em desportistas. A alta concentração de açúcar pode prejudicar a saúde, logo o consumo deve ser indicado por especialista.

  1. Produtos light e diet

Quando se fala em opções light e diet, geralmente associa-se a algo saudável e que pode ser consumido sem culpa, mas não é bem assim; pois na maioria das vezes há a substituição por outro ingrediente para compensar e/ou manter o sabor, isso significa que nem sempre essa versão é a melhor, observe  os rótulos e as informações nutricionais, compare com outros produtos e até com a versão normal do mesmo produto.

 

  1. Águas aromatizadas

Parece ser uma opção saudável, porém pode enganar, fuja das opções industrializadas que contém tanto sódio e açúcar quanto um refrigerante, além de outros componentes químicos como aromatizantes e corantes. Você pode preparar a sua própria água aromatizada com os ingredientes naturais e frescos, deixe mais saborosa com a adição de gengibre, canela, cravo, hortelã, limão ou outro ingrediente de sua preferência.

Agora vale a pena observar os lanchinhos que você faz entre as refeições, alie sua rotina às opções saudáveis. E lembre-se sempre de observar as informações nutricionais dos produtos.

Gostou do conteúdo? Assine a Newsletter para receber mais conteúdos como esse.

 

Nutricionista Natuclin

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares