Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

Como aumentar a imunidade – Parte 1

Como aumentar a imunidade – Parte 1

Se você é daquelas pessoas que bate um vento e já fica resfriado em seguida, fique alerta, pode ser que esteja com o seu sistema imunológico fragilizado, ou seja, a defesa do seu organismo contra agentes infecciosos está ineficiente.

Existem muitas causas que resultam em imunidade baixa como desnutrição, algumas patologias (neoplasias, obesidade, lúpus,), uso de álcool, tabaco, estresse, excesso de exercícios físicos, pode também ser fator genético, variações hormonais especialmente em mulheres e ocasionalmente em gestante, alguns medicamentos reduzem naturalmente as defesas do organismo; principalmente se for automedicação.

O sistema imune é composto pelo timo, baço, sistema linfático, medula óssea, células sanguíneas brancas, anticorpos, hormônios e sistema completo e linfático e tem como a  função principal proteger o corpo de agentes invasores como bactérias e fungos e está ativo o tempo todo, afinal a exposição é praticamente ininterrupta.

Se você não está com a saúde em dia, saiba mais sobre os benefícios uma alimentação saudável e aproveite para prevenir e assim evitar adoecer com frequência.

Quando a alimentação é inadequada, consequentemente há deficiência no aporte de nutrientes que resulta em disfunção imunológica, logo priorize alimentos in natura e evite ao máximo alimentos processados e ultraprocessados.

Praticamente todos os nutrientes são importantes para a manutenção da saúde, procure sempre variar a sua alimentação para obter todos os benefícios de cada alimento.

Tão importante quanto cuidar da alimentação e da hidratação, recomenda-se o cultivo de alguns hábitos simples do cotidiano como asseio corporal, higiene bucal adequada, manutenção e limpeza do ambiente em que vive e a higienização correta das mãos em todas as estações para prevenir a proliferação de doenças causadas por vírus e bactérias, praticar atividade física e uma boa noite de sono; pois a falta de sono envelhece o cérebro mais rápido e também acarreta outros prejuízos para o organismo como a baixa imunidade.

Na nutrição existe quatro leis da alimentação que direcionam para que todos possam realizar da melhor forma possível as escolhas alimentares.  A Lei da qualidade que busca suprir as necessidades diárias de proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas e minerais.  A Lei da quantidade que estima as calorias que cada um deve ingerir diariamente e deve ser controlada para não exagerar e assim evitar os excessos de acordo com as recomendações nutricionais. A Lei da harmonia busca o equilíbrio para que todos os grupos de alimentos sejam incluídos nas refeições ao longo do período em que se encontra ativo. E por último e tão relevante quanto as demais é a Lei da adequação que refere-se às necessidade individuais e que atenda a demanda fisiológica e os estágios de vida, bem como as condições de saúde específicas que merecem atenção especial.

Confira em nosso próximo post os grupos de alimentos para incluir em sua alimentação e obter os benefícios que contribuirão para aumentar sua imunidade.

Nutricionista Natuclin

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares