Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

Melatonina e a importância para o nosso corpo

Melatonina e a importância para o nosso corpo

Uma boa noite de sono é tão essencial quanto uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos, na verdade o sono está relacionado com diversos fatores em nossas vidas.
É importante relaxar antes de dormir, pois a falta de sono pode envelhecer o cérebro mais rápido, por exemplo. O nosso organismo produz e libera hormônios de forma eficiente, mas muitas vezes podem ocorrer irregularidades na produção, um desses hormônios é a melatonina que atua diretamente no ciclo do sono.
A melatonina é o hormônio do sono, secretado pela glândula pineal, localizada no cérebro e tem o tamanho de uma ervilha. Para que ocorra a produção de melatonina é necessário o triptofano, um aminoácido essencial, isso significa que é obtido através da alimentação e também merece destaque, pois atua como neurotransmissor da serotonina, que é biossintetizado a partir do triptofano que nem sempre é possível obter somente através da alimentação, pois não há evidências de que alimentos fonte possam influenciar para o aumento dos níveis sanguíneos de melatonina.

Fisiologicamente falando, o hormônio do sono começa ser produzido ao final da tarde e atinge seu pico entre 23h e 3h, após isso os níveis reduzem, pois o organismo sabiamente se prepara para despertar. Portanto a melatonina é fundamental no chamado ciclo sono-vigília.
A verdade é que com o passar dos anos a produção de melatonina vai reduzindo, o que justifica também o grande número de idosos que sofrem de insônia, mas não é somente a terceira idade que é prejudicada com a falta de qualidade no sono.
Estudos em andamento têm apresentado outros benefícios da melatonina e pode contribuir inclusive no emagrecimento, tem ação antioxidante, fortalece o sistema imunológico, diminui os níveis de cortisol, tem função cardio e neuroprotetora, reduz crises de enxaqueca e auxilia em alguns casos de depressão.
Alguns fatores contribuem na redução da melatonina como: carência de nutrientes, medicamentos, determinadas substâncias como cafeína, álcool, tabagismo, fatores estressantes que resultam em maior produção de radicais livres, eleva a adrenalina e cortisol que por sua vez causa danos à célula, desta forma ativa a enzima chamada triptofano pirolase que impede a produção de melatonina e serotonina.

O ideal é conciliar uma boa noite de sono com hábitos saudáveis e a prática de exercícios físicos.

Gostou desse conteúdo? Fique ligada no Blog Natuclin toda semana um post novo.

Nutricionista Natuclin

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares