Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

O Guia Completo Sobre o Óleo de Coco – Parte II

O Guia Completo Sobre o Óleo de Coco – Parte II

Você sabia que uma pesquisa realizada pela Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, mostrou que o Óleo de Coco queima até sete vezes mais gordura do que os outros óleos? Pois é, a gordura contida nele retarda o esvaziamento gástrico, aumenta a saciedade e reduz a fome de forma eficaz.

Por que o Óleo de Coco ajuda a emagrecer?

A gordura deste óleo é absorvida facilmente, o que faz com que a produção de energia seja mais rápida. Por isso, a gordura ingerida nem chega a ficar estocada no organismo.

Mas os benefícios não param por aí. O Óleo de Coco também é termogênico, o que quer dizer que ele acelera o metabolismo e a queima de gordura. Outro dado importante é que ele reduz o apetite. Isso significa que você sentirá menos fome, o que poderá levar a uma redução das calorias consumidas na próxima refeição.

Este óleo também é rico em antioxidantes e este, é um fator importante, pois o excesso de peso também ocorre por conta do acúmulo de radicais livres.

São muitos os benefícios, mas para finalizar, vale lembrar que ele também diminui os níveis de colesterol e controla as taxas de açúcar no sangue, benefícios estes que também auxiliam no emagrecimento.

Sendo assim, é possível afirmar que a ingestão regular do Óleo de Coco, dentro do bom senso, não está associada a ganho de peso.

Nós podemos cozinhar com este óleo?

É importante ressaltar que existem dois tipos de Óleo de Coco: o que é extraído do coco seco, sendo refinado, e o óleo extra virgem, obtido do fruto fresco.

Em qualquer uma das formas ele é rico em vitaminas E, K e do complexo B, minerais como ferro, potássio, magnésio e zinco. Sendo assim, você pode adquirir a versão extra virgem ou refinada e utilizá-las de diversas formas, em substituição de outras fontes de gordura. Veja algumas delas:

  • Na preparação de grelhados, refogados e salteados;
  • Em sobremesas, substituindo a manteiga;
  • Na preparação de lanches, para dar um gosto suave de coco;
  • Na finalização de pratos quentes de peixe e carne;
  • Como tempero de saladas;
  • E se você gosta de torradas, pode até usar o óleo de coco como substituto da manteiga ou margarina.

E vale lembrar: o óleo de coco pode ser aquecido em altas temperaturas que suas propriedades não se perdem.

Resultado de imagem para beneficios oleo de coco

Mas será que ele faz mal ao coração? 

Sabemos que o Óleo de Coco é rico em gorduras saturadas. No entanto, em um estudo realizado com quarenta mulheres, verificou-se que ele eleva o HDL (o colesterol bom) e diminuiu o LDL (o colesterol ruim).

Ainda observou-se que o Óleo de Coco reduziu o colesterol total, em comparação com o óleo de soja. Existem também estudos com ratos de laboratório, mostrando que ele reduz os triglicerídeos e melhora a ação rejuvenescedora do corpo.

E todos estes benefícios auxiliam na saúde cardiovascular, prevenindo infartos e outras doenças do coração. Se você faz a suplementação com cápsulas, procure consumir sempre uma hora antes das refeições, para potencializar a queima de gorduras e a perda de peso.

Caso queira utilizar ele em forma líquida, pode consumir em preparações de refeições, em saladas e sobre carnes e peixes. Mas não esqueça que, associado ao consumo deste óleo, é importante praticar atividades físicas e mudar os hábitos alimentares. E que além disso, tudo deve ser consumido com moderação – inclusive o óleo de coco!

Se ainda restou alguma dúvida sobre o Óleo de Coco, aproveite o campo dos comentários para deixar sua pergunta! 

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares