Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

O que é hipertensão?

O que é hipertensão?

Saiba o que é, como prevenir e tratar uma das doenças que mais podem trazer complicações

Inimiga do coração e forte risco para nossa saúde, a hipertensão arterial pode causar derrame cerebral, complicações renais e infarto. Especialistas alertam para alguns sintomas, como dor de cabeça, tontura, dor no peito, falta de ar e palpitações.

A hipertensão costuma ser silenciosa. Suas principais causas estão relacionadas com estresse, histórico familiar, envelhecimento e estilo de vida desregrado. Porém, é necessária uma atenção extra se você é do grupo que bebe e fuma ou de pessoas sedentárias, obesas e adeptas ao sal em excesso na alimentação.

Hipertensão e pressão arterial

A pessoa é considerada hipertensa se apresenta pressão maior ou igual a 14 por 9 regularmente. Esses números são de extrema importância, pois possuem ligação direta com nosso coração.

O que permite a pressão na contração é denominada como pressão sistólica. Seu recomendado é que não passe de 12 mmHg, enquanto no enchimento do coração relaxado – pressão diastólica – o correto é ficar em torno de 8 mmHg. Não controlar a pressão arterial resulta em graves problemas, pois, com a circulação ineficiente, o órgão não recebe oxigenação adequada, podendo até resultar em infarto.

Algumas considerações merecem destaque quando o assunto é hipertensão. Confira.

 

Dieta Dash

A dieta Dash foi desenvolvida para combater e controlar a hipertensão, não sendo voltada para o emagrecimento. De forma bem resumida, a dieta Dash determina os grupos de alimentos e as quantidades, que são:

Grãos e cereais: 6 a 8 porções diárias

Vegetais: 4 a 5 porções diárias

Frutas: 4 a 5 porções diárias

Leites e derivados: 2 a 3 porções diárias

Proteína magra: 1 a 2 porções diárias

Nozes e sementes: até 5 porções por semana

 

Aliadas na alimentação

O destaque especial vai para a melancia, uma fruta que possui uma substância chamada L-citrulina que, em nosso corpo, transforma-se em outra molécula que contribui na formação do óxido nítrico, um gás natural que relaxa a parede dos vasos sanguíneos. A melhor parte? Uma fatia ao dia é suficiente.

Além disso, a semente de abóbora é aliada da saúde cardiovascular por conter vitaminas A e E, fibras, magnésio. Ela também contribui absorvendo gordura e reduzindo o colesterol ruim (LDL).

A soja também pode ser sua amiga na luta contra a hipertensão. Atua protegendo as artérias, inibe a formação de placas que causam entupimento, para que assim o sangue tenha melhor fluxo e contribua para a manutenção da pressão arterial. Você pode consumir o extrato de soja, torrada ou cozida, como substituto do feijão.

 

O papel dos minerais

Os minerais como cálcio, potássio e magnésio exercem papel fundamental no equilíbrio da pressão arterial e diminuem os prejuízos que o consumo de sódio exerce em nosso corpo. Busque variar sua alimentação com leite e derivados, frutas, vegetais verdes e peixes.

Você pode ajudar seu organismo e fornecer nutrientes que são comprovadamente efetivos e amigos da sua saúde. O óleo de alho tem efeitos benéficos ao coração e circulação devido às suas propriedades anti-inflamatórias, além de manter o sangue mais líquido, fluindo melhor. Isto evita a pressão nos vasos e controla a pressão arterial.

E claro que o ômega 3 não poderia ficar de fora, afinal seus componentes são ácidos graxos que contribuem para o controle da pressão elevada.

Nutricionista Natuclin

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares