Ir para o conteúdo
RECEBA DICAS DE SAÚDE E ALIMENTAÇÃO NO SEU E-MAIL!

Qual a relação entre alimentação e planejamento financeiro? Aprenda aqui

Qual a relação entre alimentação e planejamento financeiro? Aprenda aqui

Estipule sua meta pessoal e faça uma reserva financeira. Sem radicalismos, você pode beneficiar sua saúde e seu bolso

A forte relação entre em alimentação saudável e planejamento financeiro necessita muito mais do que uma planilha esquematizada com números e cores. Como o assunto em questão é voltado ao setor da alimentação, separamos alguns itens que podem te ajudar a entrar na linha com os gastos, equilibrando as finanças e melhorando sua saúde através da reeducação alimentar.

Tire seus planos do papel para concretizar o que deseja. Às vezes é preciso abrir mão de alguns exageros que anda cometendo, principalmente associado às suas escolhas alimentares. E claro, isso não significa abrir mão daquilo que te satisfaz. Nada de radicalismo, afinal é necessário ter bom senso em prol da sua saúde e do seu bolso também.

Esse cuidado é constante e requer planejamento. Estipule sua meta pessoal e faça uma reserva financeira para investir naquilo que realmente tem relevância.

 

Faça uma planilha com seus gastos

Você tem o hábito de planejar seus gastos? Algumas pessoas apenas saem comprando sem calcular o que realmente pode ser gasto, sendo que é preciso controlar as finanças com disciplina. Isso se encaixa para a alimentação, a fim de ajudar a reduzir gastos desnecessários e consumir menos alimentos que prejudiquem sua saúde. Determine um valor que de fato cabe no seu orçamento e utilize essa tática para conter gastos supérfluos, mantendo o equilíbrio financeiro.

Planeje sua lista de compras

Forte aliada das escolhas alimentares, a lista de compras é uma das formas de manter o foco. Não vá no impulso e evite exageros, essa escolha é mais prática e contribui com seu precioso tempo. A dica é organizar os setores que precisam ser comprados, priorizando a aquisição de frutas, carnes magras, temperos naturais, integrais, gorduras boas, verduras e legumes.

Atente-se ao seu cardápio

Existem muitas formas de estruturar suas refeições. O ideal é fazer isso com nutricionistas capacitados, embora você também possa seguir um cardápio semanal. Evite pular refeições, pois uma alimentação desregulada resulta em prejuízos à saúde.

Para ter refeições equilibradas, inclua todos os grupos de alimentos: cereais, pães e tubérculos, hortaliças, frutas, leguminosas, leite e derivados, carne e ovos, óleos e gorduras, e até açúcares e doces.

 

Leia mais:

Como deixar seu prato mais saudável

Por que devemos aliar atividade física a uma alimentação saudável?

 

Aproveitamento integral da sua comida

O aproveitamento integral evita o desperdício, além de ser saudável, sustentável e econômico. Você pode utilizar praticamente todas as partes das frutas, verduras e legumes, enriquecendo suas receitas e acrescentando os alimentos que podem ser aproveitados integralmente. Não esqueça que hidratação é fundamental!

Preste atenção na sazonalidade dos alimentos

Já que estamos falando em economizar e deixar sua alimentação mais saudável, aproveite os alimentos da safra. São mais saborosos, têm seu ciclo natural de amadurecimento respeitado, e podem até mesmo ter mais nutrientes, uma estratégia para a saúde física e do seu bolso. Sempre pesquise está na sazonalidade e época, ficando de olho nas promoções garantindo um prato bem nutritivo.

Conservação e armazenamento

Não adianta nada correr atrás das promoções, seguir o cardápio e se esforçar pra manter tudo alinhado, quando o armazenamento correto é deixado de lado. Desperdício na certa! Sem mencionar o enorme risco de proliferação de bactérias e contaminação, podendo resultar em problemas de saúde, como a intoxicação alimentar e até levar à morte. Logo:

  •    Prepare os alimentos em quantidade suficiente para consumo imediato.
  •    Nunca deixe alimentos cozidos à temperatura ambiente por mais de duas horas;
  •    A temperatura da geladeira deve ser inferior a 5º C e a do freezer não pode estar acima de 15º C negativos;
  •    Limpe a geladeira periodicamente e verifique a data de validade dos produtos armazenados;
  •    Não descongele os alimentos na temperatura ambiente. Se retirar do congelador, deixe sob refrigeração o tempo suficiente para descongelar;
  •    Prefira recipientes de vidro ou inox, com tampa;
  •   Higienize os vegetais com 1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água, aguarde 15 minutos e enxágue em água corrente.

Muitos detalhes podem equilibrar seu orçamento. Requer um certo esforço, mas a partir do momento que começar perceber que está recebendo seu merecido retorno, com certeza vai querer se manter no ritmo, chegando até seu objetivo.

Recomendados para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares