Risco de Doença Cardíaca na Menopausa

Postado em: Alimentação Saúde e Bem estar - 09/08/2017
Mulheres que estão se aproximando da menopausa devem tomar cuidado com a saúde do coração, pois é nessa época, por falta do hormônio estrogênio, que muitas mulheres sofrem de infarto e outros problemas cardíacos.

Vamos entender melhor: quando a mulher entra na menopausa, ocorre uma queda acentuada do estrogênio, que regula o metabolismo das gorduras, essa redução provoca aumento do colesterol ruim, redução do HDL colesterol, que é o protetor. Isso pode aumentar o risco de infartos, já que o colesterol é um dos principais fatores de risco para problemas cardíacos, pois ele forma as placas de gordura. Esse material gorduroso muitas vezes engrossa e endurece até causar a completa obstrução de uma artéria. A oclusão da artéria impede a chegada do sangue rico em oxigênio e nutrientes ao tecido, causando seu sofrimento e, muitas vezes, sua morte. Esse processo de obstrução é o que ocasiona, por exemplo, o infarto.

O estrogênio age ainda nas artérias reduzindo o risco de hipertensão, por isso nesta época da menopausa, muitas mulheres sofrem de pressão alta, exatamente pela falta deste hormônio.

O correto então é mudar a alimentação e praticar atividades físicas para reduzir doenças cardíacas durante a fase da menopausa. Além disso, incluir o consumo diário de linhaça é benéfico, pois ela pode agir como um agente natural na reposição do hormônio estrógeno.
Para facilitar o consumo dessa semente você pode já comprá-la moída, na forma de pó ou moer você mesma, em casa, com a ajuda do liquidificador. Ela pode ser adicionada aos sucos, às vitaminas, às saladas e às outras refeições. E também na forma de cápsulas de óleo de linhaça, facilitando ainda mais seu consumo.

Recomendados para você