Como fortalecer o sistema imunológico e enfrentar o CORONAVÍRUS

Postado em: Cuidados com a Saúde Dicas da Nutri Notícias Saúde e Bem estar - 17/03/2020

Corona vírus (COVID-19), muitas dúvidas, informações, além dos cuidados básico de prevenção, vamos focar em algo que está ligado à reação de cada pessoa e tem a ver com o sistema imunológico, que é composto pelo timo, baço, sistema linfático, medula óssea, células sanguíneas brancas, anticorpos, hormônios, sistema completo e linfático. A sua função principal é proteger o corpo de agentes invasores como bactérias e fungos e está ativo o tempo todo, afinal a exposição é praticamente ininterrupta.

Se você é daquelas pessoas que bate um vento e já fica resfriado em seguida, fique alerta, pode ser que seu sistema imunológico esteja fragilizado, ou seja, a defesa do seu organismo contra agentes infecciosos está ineficiente e se o sistema imunológico estiver enfraquecido, há um risco maior de ter complicações.

Existem muitas causas para a imunidade baixa; como desnutrição, algumas patologias (neoplasias, obesidade, lúpus,), uso de álcool, tabaco, estresse, excesso de exercícios físicos, pode também ser fator genético, variações hormonais especialmente em mulheres e ocasionalmente em gestante, alguns medicamentos reduzem naturalmente as defesas do organismo; principalmente se for automedicação.

Se você não está com a saúde em dia, saiba mais sobre os benefícios uma alimentação saudável e aproveite para prevenir e assim evitar adoecer com frequência.

Quando a alimentação é inadequada, consequentemente há deficiência no aporte de nutrientes que resulta em disfunção imunológica, logo priorize alimentos in natura e evite ao máximo alimentos processados e ultraprocessados.

Praticamente todos os nutrientes são importantes para a manutenção da saúde, procure sempre variar a sua alimentação para obter todos os benefícios de cada alimento.

Tão importante quanto cuidar da alimentação e da hidratação, pratique alguma atividade física, busque dormir; pois a falta de sono envelhece o cérebro mais rápido e também acarreta outros prejuízos para o organismo como a baixa imunidade.

Recomenda-se o cultivo de alguns hábitos simples do cotidiano como asseio corporal, manutenção e limpeza do ambiente em que vive e a higienização correta das mãos em todas as estações para prevenir a proliferação de doenças causadas por vírus e bactérias. Também é importante evitar: tocar a boca, o nariz e os olho, compartilhar copos, talheres e objetos pessoais, aglomerações e contato próximo não são recomendadas; em especial se já tiver histórico de doenças respiratórias. As crianças devem ser monitoradas; pois muitas costumam levar objetos à boca.

Acompanhe nossos posts, em breve destacaremos algumas ações relacionas à alimentação e imunidade.

Até a próxima !

Recomendados para você