Depressão Pós-Parto

Postado em: Cuidados com a Saúde Saúde e Bem estar - 25/05/2017

Ouça o texto:

Na publicação de hoje o tema abordado será sobre a depressão pós-parto.

Quem já não conheceu uma mãe que teve depressão pós-parto? A depressão pós-parto atinge cerca de 10% das mulheres que ganham bebê.

São várias as causas da depressão pós-parto, como o estilo de vida, fatores emocionais e mudanças hormonais.

Os sintomas da depressão incluem: a ansiedade, indisposição, mudanças no padrão do sono e de alimentação.

Importante informar que a depressão pós-parto não é culpa da mulher e nem significa rejeição ao bebê.

A depressão pós-parto é bem mais séria do que uma tristeza passageira. Existe a depressão que permanece durante duas semanas após o parto e desaparece sozinha. E a depressão que pode permanecer durante meses ou anos, a ponto da mulher não ter mais motivação e não ver mais graça por nenhuma atividade diária.

Existem outros sintomas que ajudam a identificar a depressão pós-parto, como: dificuldade de se divertir, vontade de chorar sem motivos aparentes, mau humor constante, sensação que o bebê é um estranho e não seu filho, vontade de sumir e falta de paciência.

Fazer uso do Ômega 3 durante a gestação e após o parto é essencial para  prevenir e combater os estados de mau humor e crises de depressão.

Recomendados para você