Você conhece o kombucha?

Postado em: Receitas Saudáveis Saúde e Bem estar - 22/10/2020

Saiba mais sobre essa bebida milenar que pode oferecer muitos benefícios à saúde! 

O kombucha, bebida milenar que vem conquistando o mercado da alimentação saudável, é feito a partir da fermentação de chá verde ou preto, açúcar e uma colônia de bactérias chamada SCOBY (symbiotic culture of bacteria and yeast), em português, cultura simbiótica de bactérias e leveduras. Nessa mistura, o açúcar serve de alimento para as bactérias, que se multiplicam e conferem a característica gaseificada à bebida.

Os fermentados 

É interessante entender sobre os fermentados que são considerados super alimentos e estão presentes em nosso dia a dia. Essa técnica foi usada amplamente pelos antigos para a conservação e até mesmo para melhorar aspectos nutritivos, de textura e sabor dos alimentos. Diversos tipos de comidas podem ser fermentados, como: frutos, leguminosas, vegetais, cereais, carnes e  peixes. A partir dos fermentados é possível beneficiar a saúde intestinal, melhorando a digestão, imunidade, humor, disposição e promovendo o equilíbrio das bactérias boas. Esse tipo de alimento também pode prevenir ou reduzir riscos de inflamação, alergias, regular o  apetite e atuar como ansiolítico natural.

Mas afinal, kombucha é bom para quê?

Saúde intestinal

Com ação probiótica e rico em bactérias do bem, que podem contribuir em todo sistema digestivo, o kombucha combate a constipação, inflamação e previne alguns tipos de câncer. Os efeitos antimicrobianos podem ser aliados no combate ao crescimento de bactérias e leveduras indesejáveis, mas sem prejudicar as bactérias e leveduras probióticas benéficas envolvidas em sua fermentação.

Sistema imunológico

De acordo com as combinações de substâncias, o kombucha pode apresentar concentração de vitaminas do complexo B e vitamina C, que podem contribuir no aumento da produção de glóbulos brancos e anticorpos que combatem os agentes causadores de infecções.

Antioxidante e energizante

Além de combater os radicais livres e prevenir o envelhecimento precoce, o kombucha possui poderosa ação antioxidante e também pode ser uma fonte de energia proveniente da cafeína do chá verde.

Elimina toxinas

O kombuchá é rico em ácido glucorónico, substância naturalmente produzida pelo fígado, que age como um agente de limpeza dos mais diferentes tipos de toxinas que prejudicam o bom funcionamento de todo o corpo. Esse ácido ainda ajuda na biodisponibilidade de polifenóis, grandes aliados do organismo.

Emagrecimento

Outro benefício do kombucha é a aceleração do metabolismo, pois é considerado um termogênico, além da melhora da saúde gastrointestinal,  facilitando  a absorção de nutrientes que, quando se encontram em equilíbrio, favorecem o bom funcionamento do organismo. O fermentado pode promover mais saciedade, pois os probióticos ajudam na regulação dos hormônios como a leptina e insulina. 

Recomendação

A recomendação diária de consumo do kombucha pode variar, mas é, em média,  em torno de 100 a 150 ml. Você pode comprar pronto ou ter sua produção própria, mas, para isso, é necessário conseguir o SCOBY, que geralmente se encontra em grupos de cultivadores ou ainda em lojas especializadas.

Mas atenção, alguns grupos de pessoas não devem consumir o kombuchá, entre eles estão: gestantes, lactantes, crianças e demais condições especiais de saúde. 

Aprenda a fazer o seu kombucha

Ingredientes

  • 1 scoby
  • Uma jarra de vidro esterilizada de cerca de 3 litros;
  • Uma garrafa pet;
  • 500ml de água desclorada*;
  • 1,5L de água filtrada
  • 2 colheres (chá) de chá preto ou chá verde;
  • ½ xícara de açúcar cristal ou demerara.

Modo de preparo

  1.  Ferva 500 ml de água e acrescente o açúcar;
  2. Continue fervendo até ele dissolver;
  3. Junte as folhas de chá e ferva por 2 minutos;
  4. Desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por 15 minutos;
  5. Coe o chá em um pano fino (tule) e deixe esfriar;
  6. Coloque o chá na jarra junto com o scoby de kombucha e o restante da água filtrada (é importante que a água esteja em temperatura ambiente, não jogue água fervendo na colônia);
  7. Tampe a jarra com tule e prenda com um elástico na borda, para evitar a entrada de moscas;
  8. Marque o dia que foi feito e mantenha em infusão de 5 a 10 dias, em temperatura ambiente;
  9. Após esse prazo, passe a bebida para a garrafa pet e mantenha o scoby na jarra original, junto com cerca de 100 ml do líquido já pronto para receber mais chá;
  10. Guarde a jarra ou pote com o scoby na geladeira até o próximo uso, sempre tampada com um pano;
  11. O chá passado para a outra jarra deve ser mantido tampado e também deve ser conservado em geladeira. Cuidado com a pressão feita pelo processo de fermentação. Beba em até 10 dias.

Uma boa dica é saborizar com especiarias como cravo, canela e gengibre ou com gotas de limão. Que tal experimentar? 

Para mais dicas como esta, continue acompanhando o blog da Natuclin!

 

Recomendados para você